Celebração ao Dia Internacional da Síndrome de Down na Câmara Municipal de Niterói

Em celebração ao Dia Internacional da Síndrome de Down, cinco pessoas foram homenageadas com Moção De Aplausos, na manhã desta quarta-feira (21), na Câmara de Vereadores de Niterói, por seu envolvimento com a causa na cidade. O evento faz parte da 4ª edição do Niterói Down Click na Beleza, uma parceria da Prefeitura de Niterói com o Movimento Niterói Mais Humana. Este ano, a campanha leva o tema “Caminhos na profissionalização da pessoa com Síndrome de Down”.


A coordenadora do Niterói Mais Humana e primeira-dama, Fernanda Sixel, recordou o início do Niterói Down Click na Beleza, em 2015. Ela ainda comentou a importância da inserção da pessoa Down no mercado de trabalho em busca de uma sociedade para todos. “Temos muita gente fazendo a cidade no anonimato. A iniciativa da moção é importante porque traz à luz essas pessoas, homenageando-as. O escolha do tema da profissionalização foi muito feliz, porque é uma preocupação de toda mãe. No caso de uma pessoa down, é uma preocupação ainda maior, porque sabemos que as dificuldade existem”, ressaltou.

A diretora-geral da Subsecretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, Adriana de Lima, lembrou que a agenda continua até a semana que vem. No sábado, terá show de talentos e tendas interativas no Campo de São Bento. No dia 28, é a vez da inauguração do Telecentro da Pestalozzi. “Niterói já avançou muito e é referência na educação especial. Estamos juntos para crescer o movimento, que é da cidade, é dos pais, é nosso. É bom que possamos contar com mais parcerias na luta por uma cidade mais inclusiva”, comentou.



Os cinco homenageados – Daniele Sant’Anna, Fernanda Campos Bonorino, Lucia Regina de Oliveira, Michel Côrtes e Andréia de Melo Siqueira – receberam a Moção de Aplausos das mãos do vereador Sandro Araújo.

Uma das homenageadas, Daniele Sant’Anna é co-fundadora da Acolhe Down e da Nit Down, iniciativas de acolhimento às pessoas com down e seus familiares. Para ela, o preconceito está ligado à falta de informação. “A pessoa com Down é capaz, inteligente, basta que a gente acredite e dê oportunidade. A Acolhe Down faz um trabalho de acolhimento aos pais de bebês com a síndrome. No momento que levamos informação para esses pais, eles acreditam em seus filhos e dão oportunidades a eles”, pontuou.

A edição deste ano da Niterói Down Click na Beleza discute a inclusão da pessoa Down de forma efetiva na sociedade, principalmente no mercado de trabalho.

Fotos: Bruno Eduardo Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline