Niterói terá programação especial em comemoração ao mês da mulher

Prefeitura lança campanha com histórias inspiradoras de moradoras da cidade

Passeio ciclístico na Ilha do Pontal, caminhada na orla de Icaraí, entrega do prêmio Inês Etienne Romeu, palestras, lançamentos de livros, rodas de conversa e saraus de poesia são algumas das atrações para celebrar o mês da mulher em Niterói. As atividades são promovidas pela Prefeitura de Niterói, em parceria com organizações civis, empresas e associações, e há programas para todos os públicos. Na noite da quinta-feira (1º), uma solenidade marcou o início das comemorações.

A primeira-dama do município e presidente do movimento social Niterói Mais Humana, Fernanda Sixel, destacou que o Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam), da Prefeitura de Niterói, é fundamental para o enfrentamento à violência contra as mulheres. Mensalmente, a coordenadoria atende em torno de 120 mulheres da cidade, de diferentes classes sociais.

Foto: Bruno Eduardo Alves 

“Desde o início da gestão, a Prefeitura de Niterói desenvolve e investe em políticas para assegurar todos os direitos femininos, entre elas o atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica. Infelizmente, toda mulher tem uma história para contar relacionada a assédio, abusos, entre outros. Por isso é tão importante reafirmar o papel da mulher na sociedade. O slogan da programação esse ano é #merespeita, justamente para reforçar essa necessidade”, afirmou Fernanda.

A coordenadora da Coordenadoria de Políticas e Direitos das Mulheres (Codim), Ana Lúcia Fernandes, destacou que a programação do mês da mulher foi construída por muitas mãos, que acreditam na transformação da vida das mulheres através da promoção de ações que reconheçam e fortaleçam as lutas cotidianas.

“Para nós, mulheres, viver é uma luta cotidiana. Esse momento, para além de ser de comemoração, é para relembrar a luta das mulheres que vieram antes de nós e sonharam com um mundo com menos desigualdade. A elas o nosso eterno agradecimento”, disse Ana Lúcia.

Neste sábado (3), a agenda conta um PicNic do Projeto Espelho Meu, com o tema “trabalhando com mulheres reais”, um evento voltado para o autorreconhecimento, valorização e autoestima, às 9h no Horto do Fonseca. Neste domingo (4), a Companhia Jackher realiza uma dança cigana, às 11h, no Horto de Itaipu.

Entre os destaques da programação está a homenagem, no dia 8, às 12h, às mulheres niteroienses no Centro de Convivência para Idosos Intergeracional Helena Tibau, em Santa Rosa, e às 13h, às servidoras municipais, no Teatro Municipal de Niterói.

O dia 23 será de atividades no Ceam, no Centro de Niterói. O evento, que começa às 10h, terá feira de economia solidária com gastronomia, acupuntura, massoterapia e florais, além de palestras, rodas de conversa e oficinas. No dia 2 de abril, a programação chega ao fim com a entrega, às 18h, do prêmio Inês Etienne Romeu, na Câmara Municipal de Niterói. A agenda completa está disponível no site: http://www.niteroi.rj.gov.br/

Selo – Na solenidade da última quinta-feira (1º), organizada pela Coordenadoria e pelo Conselho Municipal de Políticas para as Mulheres, foi lançado o Selo Codim: 15 anos de Políticas pelos Direitos das Mulheres.  O evento também contou com a apresentação musical de alunos do Projeto Aprendiz e a presença de representantes dos órgãos envolvidos na programação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline