Argamassa blindada em escolas do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, disse hoje (3) que ainda pretende aplicar argamassa blindada nas escolas municipais cariocas, para evitar que balas perdidas atinjam alunos e funcionários. A proposta foi anunciada pelo prefeito em abril do ano passado.

“Fizemos testes na Polícia Militar e hoje ela está sendo testada na Polícia Civil. Testamos de maneira não oficial na Polícia Militar, e ela resistiu a tiros de fuzil a 15 metros. Agora estamos testando na Polícia Civil. Logo, logo, vai estar sendo usada. Acho que nas próximas semanas”, disse Crivella.

Memória

A medida foi anunciada por Crivela logo depois que uma bala perdida matou a menina Maria Eduarda da Conceição, de 13 anos, durante uma operação policial em Acari. A estudante estava tendo aula de educação física no ginásio da Escola Municipal Jornalista Daniel Piza, quando foi atingida por tiros, em 1º de abril de 2017.

Dois dias depois da morte de Maria Eduarda, Crivella disse que já tinha encomendado a argamassa especial de uma empresa norte-americana. Neste sábado, dez meses depois, Crivella disse que a chamada argamassa armada foi desenvolvida por uma empresa brasileira e está passando por testes na polícia.

Com Ag. Brasil
Foto: Ilustrativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *