Feira das Profissões leva conhecimento para alunos do ensino médio

Na última quinta-feira, dia 26 de Outubro, alunos de escolas públicas e particulares do ensino médio estiveram presentes na “Feira das Profissões”, evento realizado na Universidade Estácio de Sá, em Niterói. Os participantes tiveram a oportunidade de se orientar um pouco mais sobre as profissões que desejam seguir, além de se familiarizarem com um ambiente universitário, através de um tour organizado pelos coordenadores de cada curso por toda a faculdade, e de aprimorar o conhecimento sobre o mercado de trabalho.

A “Feira das Profissões” aconteceu praticamente durante todo o dia entre 9h da manhã até às 18h da noite. Foram realizadas palestras, exposições e avaliações vocacionais para esclarecer de uma maneira geral, as frequentes dúvidas por parte dos alunos interessados em ingressar no curso superior. De acordo com Andre Samora, Diretor de Núcleo da Universidade Estácio de Sá no Estado do Rio de Janeiro, é de extrema importância que este tipo de evento aconteça com frequência, e ele ressalta que ao longo do ano são realizadas visitas em escolas públicas e particulares, para promover a “Feira das Profissões”.

Ainda segundo Andre, na última quinta-feira o público foi muito bom, com uma quantidade expressiva de alunos e em nenhum momento os stands, aonde acontecem práticas ou experiências que estimulam a curiosidade dos alunos, ficaram vazios. A Universidade Estácio de Sá realizou o evento de forma aberta ao público, oferecendo dessa maneira uma experiência importante para os alunos do ensino médio que pretendem futuramente cursar o ensino superior.

 

Entrevista com Andre Samora (Diretor de Núcleo da Universidade Estácio de Sá no Estado do Rio de Janeiro):

01- Qual a expectativa por parte dos dirigentes da Universidade e comente um pouco sobre a importância de realizar um evento como este?

R: “A nossa expectativa é realmente dar uma oportunidade para aqueles jovens que ainda não se decidiram sobre qual carreira seguir, apresentando os cursos e as áreas que nós oferecemos. Os coordenadores dos cursos falam para os alunos interessados um pouco sobre a profissão, sobre o atual cenário no mercado de trabalho, sobre em qual área após a conclusão do curso ele pode vir a atuar. E basicamente tirar as dúvidas que eles apresentam”.

02- Com que frequência acontece à feira das profissões?

R: “As feiras acontecem próximo ao fim do ano, próximo ao início dos vestibulares e ao Enem. Porém nós fazemos visitas durante o ano todo em escolas públicas e privadas para divulgar o evento”.

03- Existe uma estimativa de público para participar da feira?

R: “O evento foi um sucesso, mas na verdade é aberto, é difícil estipular a quantidade exata de alunos participantes, porque depende muito da disponibilidade de cada um. Mas hoje o público foi bom, tivemos livre acesso pelos stands que em nenhum momento ficaram vazios”.

04- Algum novo curso foi apresentado dentro da Universidade?

R: “Sim, os cursos mais novos são o de Nutrição e Educação Física e para o ano que vem será ofertado o curso de Biomedicina. Cursos que tem tido uma grande procura”.

Andre Samora (Diretor de Núcleo da Universidade Estácio de Sá no Estado do Rio de Janeiro)

 

Entrevista com Larissa Coelho (Estudante do 8° período de Engenharia Ambiental e Sanitária):

01- Qual é a função de vocês aqui nos stands?

R: “Bom, a gente fala um pouquinho sobre o que faz o profissional. Que podem atuar nas áreas de licenciamento, tratamento e coleta de esgoto e água e reciclagem de resíduos sólidos”.

02- O que é apresentado no seu stand?

R: “Uma representação de um reator de tratamento de esgoto e também apresentamos algumas fotografias de visitas técnicas que os alunos fazem aqui”.

03- E qual o feedback dos alunos interessados no curso?

R: “Eles gostam bastante, porque começam a entender mais sobre a profissão pelo fato de não saberem o que realmente faz a Engenharia Ambiental. Sendo uma matéria multidisciplinar que agrega diversas áreas”.

 

Entrevista com Iago (Estudante do 7 ° período de Enfermagem):

01- Qual é a primeira dica que você dá pra quem está interessado em ingressar no curso de enfermagem?

R: “Então, qualquer área da saúde na verdade, não apenas na enfermagem, você tem que gostar da assistência, gostar do atendimento a pessoa, entender que na verdade você não está lidando com uma máquina como em outras áreas, você está lidando com vidas e a partir do momento que você tem esse foco você entende e consegue compreender melhor a importância do curso. Quando você tem a vida do paciente em primeiro plano você tem também um conhecimento científico que é o primordial para uma boa assistência, consegue se adequar com mais facilidade a área e consequentemente consegue se encontrar na profissão”.

Por: Caio Brum e Guilherme Strauss

Fotos: Valdemir Almeida

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline