Diversão e conscientização no combate à dengue, Zika e chikungunya no Campo de São Bento

No próximo dia 29 de outubro, o projeto Eliminar a Dengue: Desafio Brasil, conduzido no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), realiza uma manhã de atividades, diversão e conscientização sobre o combate à dengue, Zika e chikungunya no Campo de São Bento, em Niterói. As atrações são voltadas a todos os públicos, com atenção especial às crianças.

A programação conta com apresentações de música, dança, artes marciais, capoeira, grafitagem, educação ambiental, recreação, contação de história e show de palhaços. Em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Niterói, os participantes poderão, ainda, aferir a pressão arterial e receber informações sobre o combate ao câncer de mama. O Rotary Club disponibilizará informações sobre o combate à poliomielite – há mais de 30 anos a entidade desenvolve ações em todo o mundo no enfrentamento a esta doença

Durante o evento, a equipe de engajamento do projeto da Fiocruz  irá apresentar o mosquito aliado no combate à dengue, Zika e chikungunya, o Aedes aegypti com Wolbachia.  Este mosquito, criado na Fiocruz, não foi modificado geneticamente e garante a autossustentabilidade do combate às arboviroses, pois uma vez liberado na natureza, ele se reproduz e gera filhotes com Wolbachia. Esta bactéria é intracelular e só vive em insetos. Dentro dos mosquitos, a Wolbachia compete com os vírus da dengue, Zika e chikungunya e interfere no seu desenvolvimento, reduzindo, desta forma, a transmissão destas doenças.

As atividades no Campo de São Bento são gratuitas, começam às 10hs e haverá distribuição de brindes e mudas de plantas. Além da equipe da Fiocruz, participam da atividade os seguintes parceiros: Alfa Grafitagem, Associação de Kung Fu Shaolin de Niterói, Banda Duka, Capoeira Terranossa, Centro de Dança de Niterói, Companhia Mala de Mão, Orquestra da Grota, Projeto Biodiverso, Projeto Grael, Rotary Club e Secretaria Municipal de Saúde de Niterói.

 

O projeto

O projeto ED Brasil integra o World Mosquito Program (WMP), iniciativa internacional sem fins lucrativos, sediada na Universidade de Monash, na Austrália, que estuda métodos para proteger a comunidade global de doenças transmitidas por mosquitos. O WMP está presente em dez países. No Brasil, o projeto é conduzido pela Fiocruz e possui apoio do Ministério da Saúde.

Semanalmente, técnicos da Fiocruz e da Prefeitura de Niterói liberam Aedes aegypti com Wolbachia para que eles possam se reproduzir com os Aedes aegypti selvagens e gerar decentes com a capacidade reduzida de transmitir dengue, Zika e chikungunya, reduzindo, desta forma, a transmissão destas doenças.

Os primeiros estudos do ED Brasil começaram em 2012 e, no ano de 2015, Niterói sediou um dos projetos piloto, com a liberação de mosquitos Aedes aegypti com Wolbachia em Jurujuba. A última liberação de mosquitos foi feita nesta localidade em janeiro de 2016 e, desde então, o monitoramento realizado semanalmente aponta que mais de 95% dos Aedes aegypti de Jurujuba possuem a Wolbachia. Este índice revela o sucesso da iniciativa e corrobora os índices alcançados em outros países que integram o World Mosquito Program.

Desde o início deste ano, a liberação de mosquitos aliados começou a ser feita em São Francisco, Charitas, Preventório, Grota e nos bairros da Região Oceânica. Os próximos bairros a receberem os mosquitos aliados são: Ingá, Icaraí, Centro, Gragoatá, Boa Viagem, Fátima, Morro de Estado, Pé Pequeno, Ponta D’Areia, Santa Rosa, São Domingos, Viradouro e Vital Brasil. Ao todo serão cerca de 270 mil pessoas beneficiadas em Niterói.

O projeto também é desenvolvido no Rio de Janeiro e a estimativa é atender 2,5 milhões de cariocas até o final de 2018.

 

Serviço

O evento do projeto Eliminar a Dengue: Desafio Brasil no Campo de São Bento (Alameda Edmundo de Macedo Soares e Silva, s/n – Icaraí, Niterói) será no dia 29 de outubro, domingo, de 10 horas às 14 horas.

ATENÇÃO: SE CHOVER, O EVENTO SERÁ CANCELADO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *