Prefeito e secretários avaliam metas de desempenho da gestão de Niterói

Temas foram debatidos no 5º Encontro de Gestores municipais nesta terça feira

Os principais gestores da prefeitura de Niterói se reuniram nesta terça-feira (17/10), num hotel da zona sul da cidade, para avaliar e validar as metas de desempenho traçadas para o ano e debater temas relacionados a gestão municipal.

Ao dar início ao 5º Encontro de Gestores, o prefeito Rodrigo Neves, traçou um panorama da situação político-econômica do país e do estado, e ressaltou a importância do planejamento, do controle de gastos e da economia das despesas sem abrir mão de modernas ferramentas de gestão que permitam aumentar a arrecadação e melhorar a qualidade do gasto público. “Temos de pensar sempre em formas de aprimorar a gestão, usar os recursos da melhor forma possível, como temos feito desde nosso primeiro dia à frente da prefeitura, seguindo as diretrizes que adotamos, para manter nossa cidade nesse patamar diferenciado dos demais municípios fluminenses”, destacou Rodrigo Neves.

O prefeito também falou de novos projetos em parceria com a iniciativa privada que serão lançados nos próximos dias, como o edital do Mercado Municipal e o edital da iluminação pública, e projetou uma agenda “mais forte nos próximos três anos, com mais realizações do que nos últimos quatro anos”.

Um dos temas abordados foi a securitização da dívida, que deverá resultar no aumento da arrecadação municipal, além de ferramentas de modernização e melhoria na cobrança de dívidas para a municipalidade. De acordo com o secretário de Fazenda, Pablo Villarim, o sistema será totalmente automatizado.

Coube à secretária de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle, Giovanna Victer, falar sobre o Planejamento Estratégico da cidade e a sua ligação com o Plano Plurianual, além de discorrer sobre Lei Orçamentária e o Monitoramento das metas.

Outro ponto abordado na reunião foi a realização da consulta pública que decidirá se a Guarda Municipal de Niterói deverá utilizar armamento letal nas ruas da cidade. O secretário de Administração, Fabiano Gonçalves, e a chefe de gabinete, Bárbara Siqueira, responsáveis pela condução da votação, explicaram como se dará o processo e tiraram dúvidas: “O voto não será obrigatório, ou seja, vota quem quiser.  Estamos trabalhando para que a população participe do processo, que será auditado pela Ordem dos Advogados do Brasil e o Conselho Municipal de Segurança Pública”, informa Fabiano.

De acordo com o secretário, a cidade foi dividida em grupos de zonas eleitorais e bastará aos cidadãos levar o título de eleitor ou um documento de identidade oficial, com foto, para votar. A apuração ocorrerá na sede do 12º Batalhão de Polícia Militar.

A consulta pública será realizada no próximo dia 29. A prefeitura também disponibilizou um site para consultas e para tirar dúvidas dos eleitores: www.decideniteroi.com.br.

Foto: Luciana Carneiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline