Prefeitura comemora o Dia das Pessoas com Deficiência com série de atividades na Câmara Municipal

A Prefeitura de Niterói, através da coordenadoria municipal de Acessibilidade, preparou uma série de atividades para comemorar o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Da próxima terça-feira (19) até quinta-feira (21), haverá palestras, debates, exposições e apresentações na Câmara Municipal.

Na terça-feira, com a presença do presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Mizael Conrado. Deficiente visual e ex-jogador de futebol de 5, ele vai falar sobre a conquista de duas medalhas de ouro, nas paralimpíadas de Atenas (2004) e Pequim (2008), da sua rotina como presidente do CPB e do legado da paralimpíada Rio 2016.

Também na terça-feira, no saguão da Câmara, a Associação dos Pintores com a Boca e os Pés fará uma exposição de obras feitas com essa técnica por pessoas com deficiência. O pintor Marcelo Cunha, tetraplégico, pitará um quadro no local, diante do público. Ele fraturou duas vértebras, aos 21 anos, ao bater a cabeça em um mergulho numa cachoeira e aprendeu sozinho a pintar paisagens sustentando o pincel com a boca.

A partir de terça-feira estará nos corredores da Câmara Municipal a exposição de fotos “Gigantes Paralímpicos”, com fotos e perfis dos principais atletas paralímpicos brasileiros. Essa exposição esteve nos corredores do Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa, durante os Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Na quarta-feira (20), haverá exibição de moda inclusiva, com grife que produz uma linha de roupas adaptadas que seguem a mesma tendência das demais linhas de roupas produzidas pela marca. Terá também painéis de discussão sobre ações voltadas para a acessibilidade desenvolvidas pelas secretarias municipais de Niterói.

Na quinta-feira (21), haverá palestra sobre a Lei de Cotas 8213/91, com a participação de representantes do Ministério do Trabalho. 

O Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência foi instituído por iniciativa de movimentos sociais, em 1982, e oficializado pela Lei Nº 11.133, de 14 de julho de 2005. A data foi escolhida para coincidir com o Dia da Árvore, representando o nascimento das reivindicações de cidadania e participação em igualdade de condições. De acordo com o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 45 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *