Local escolhido para o “Rapel em Itacoatiara”, a trilha da Enseada do Bananal, oferece muita aventura e um visual espetacular

Neste sábado, dia 16 de Setembro, o Grupo Estudantil UFF Experience reunido com a empresa Rio de Janeiro Ecotour e a empresa MT Treinamentos estarão oferecendo, por apenas R$ 40,00, a oportunidade de passar uma manhã, entre 08h e 11:50h, contemplando a natureza e praticando esporte radical em uma das trilhas da praia de Itacoatiara, a Enseada do Bananal, localizada na Região Oceânica de Niterói.

O passeio/aventura conta com uma caminhada de aproximadamente 30 minutos, possuindo um grau de dificuldade leve, com subidas e descidas durante a trilha até o pico, um local cercado por pedras esculpidas, muita natureza e banhado pelo mar. Após uma rápida parada para fazer um lanche e tirar fotos, a atividade começa com uma descida de rapel positivo (em contato com a pedra), de aproximadamente 27 metros de altura e uma descida de rapel negativo (sem contato com a pedra), de aproximadamente 31 metros.

Segundo os instrutores do evento, Mauricio Mota, guia pela Federação de Montanhismo e gerente do curso (AVSEC), o engenheiro e montanhista Luiz Dumpell e Guilherme Lapolli, gerente Ecotour e escalador, é super importante preservar o meio ambiente e zelar pelo total respeito às normas e regras de uso do Parque da Serra da Tiririca. A equipe oferece todo o equipamento necessário para a prática do rapel, com total segurança. A empresa Ecotour promove eventos que proporcionam qualidade de vida e bem estar para o público, sendo ele totalmente diversificado com aventureiros entre 09 a 70 anos, incluindo turistas e moradores de outras cidades.

Em entrevista cedida para o Jornal Cidade de Niterói, o gerente Ecotour e escalador Guilherme Lapolli cita algumas recomendações para quem estiver interessado em participar desta aventura, como, levar água (2lt), lanches, tênis de caminhada, medicamentos de uso pessoal (anti-alérgicos) e principalmente para as mulheres o prendedor de cabelo. O instrutor afirma que o ponto de encontro com a turma será em frente ao DPO de Itacoatiara, às 07:40h e lembra que ser pontual é importante para o melhor andamento da atividade.

rapel

Entrevista com Guilherme Lapolli ( Gerente Ecotour e Escalador )

Jornal Cidade de Niterói – Esses eventos durante finais de semana, que envolve a Escalada, Montanhismo e o Rapel já foram realizados outras vezes na Enseada do Bananal?

Guilherme Lapolli: Os eventos bem como a escalada, ocorrem no bananal a várias décadas. Somos a terceira geração de montanhistas que atuam no local.

Jornal Cidade de Niterói – De onde surgiu a ideia de organizar esse tipo de evento na cidade?

Guilherme Lapolli: A ideia surgiu após uma escalada na pedra Dedo de Deus, em Teresópolis no ano de 2012. Sabemos do potencial natural da cidade e decidimos que seria uma honra levar aquele tipo de emoção para as pessoas.

Jornal Cidade de Niterói – Quais são os tipos de pessoas mais atraídas à participar. Pessoas de outros estados, turistas, iniciantes no esporte? E a faixa etária?

Guilherme Lapolli: O público é diversificado, composto de turistas escandinavos, colombianos, argentinos e o próprio público local. São tanto aventureiros de longa data bem como iniciantes de todas as idades, entre 09 a 70 anos.

Jornal Cidade de Niterói – Qual a importância, na sua opinião, de um evento que relaciona a natureza com o esporte?

Guilherme Lapolli: A empresa Ecotour promove qualidade de vida, diminui riscos de problemas cardíacos e diabetes. Eventos que relacionam esportes e natureza fortalecem tanto a alma quanto o corpo.

Jornal Cidade de Niterói – Quais os grupos ou empresas organizadoras do evento?

Guilherme Lapolli: O grupo estudantil UFF Experience, a empresa Rio de Janeiro Ecotour e o curso MT Treinamentos.

Jornal Cidade de Niterói – Quais são as recomendações para quem tiver o interesse em participar do passeio / aventura?

Guilherme Lapolli: Recomendamos estar apto a realizar a trilha até a Enseada, levar tênis de caminhada, lanches, medicamentos de uso pessoal e água. É obrigatório o uso de prendedor de cabelo para as mulheres.

Jornal Cidade de Niterói – Qual o limite de pessoas por evento?

Guilherme Lapolli: 15 pessoas por equipe, totalizando 40 pessoas no local

Por: Caio Brum e Guilherme Strauss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *