Prefeito de Niterói apresenta em Washington modelo para tornar cidades mais competitivas e inovadoras

Rodrigo Neves falou de medidas implantadas desde o início de sua primeira gestão à frente da prefeitura no seminário internacional a convite do BID

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, participou nesta quarta-feira, dia 6 de setembro, do fórum internacional Cidades Inovadoras e Competitivas, promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington, nos Estado Unidos.
Neves foi um dos convidados para apresentar o painel Estratégias para Desenvolver Cidades Competitivas, que abriu o fórum internacional. Ele falou sobre as medidas que vem implantando na cidade desde o início de sua primeira gestão, em 2013, e que permitiram um salto qualitativo na administração pública municipal.
O prefeito explicou aos participantes do seminário, prefeitos de 50 cidades latino-americanas e representantes dos Estados Unidos e da Europa, o quadro encontrado ao assumir a prefeitura e os ciclos de medidas que implantou para sanear finanças, saldar dívidas, aumentar a arrecadação e recuperar a capacidade de investimento de Niterói.
“A tragédia das chuvas de 2010 causou muitas mortes, deixou milhares de desabrigados e desorganizou por completo as finanças do município. Dívidas, salários atrasados, serviços paralisados, enfim, um quadro muito difícil. Para fazer frente a isso, fizemos um amplo programa de reformas com um ajuste vigoroso das contas públicas, com  o objetivo de recuperar a capacidade financeira da cidade e implantar um novo modelo de gestão”, explicou Neves.
O prefeito prosseguiu revelando que as medidas também se estenderam à modernização da gestão, com investimento em quadros técnicos e em tecnologia e informatização, estabelecimento de parcerias público-privadas e elaboração de um planejamento estratégico, o Niterói que Queremos.
FullSizeRender (1) (1)
“Os resultados das medidas que tomamos começaram  ser reconhecidos imediatamente. Ganhamos prêmios de transparência e demos um salto enorme no índice de gestão do país e do estado. Saltamos de 55º no índice estadual de gestão fiscal para primeiro lugar. E no âmbito nacional, pulamos de 2188º para o sexto lugar. Tudo isso em apenas três anos. As nossas ações também contemplaram fortemente as áreas ambiental, de saneamento, de defesa civil e mobilidade sustentável, com a  implantação de um corredor de transporte moderno, a TransOceânica, novas ciclovias, sistemas inteligentes de sinais para melhorar a fluidez do trânsito, inclusive com redução da emissão de poluentes.”, revelou o prefeito, que dividiu a mesa de debate com Daniel Martínez, prefeito de Montevideo, no Uruguai, José Blandon, prefeito da cidade do Panamá, e Laura Maria Chavez Quiroz, vice-prefeita de Alajuela, na Costa Rica. O encontro foi mediado por Juan Pablo Bonilla, gerente de Mudanças Climáticas do BID.
Após a sua apresentação no fórum internacional, o prefeito de Niterói participou de uma reunião, durante o almoço com dirigentes de instituições multilaterais como BID, Banco Mundial e Agencia Francesa de Desenvolvimento, onde foram debatidos desafios da América Latina, inclusive a situação do Rio de Janeiro.
Foto 6
Ainda no primeiro dia do seminário, foram apresentados fóruns sobre inovação, o protagonismo das mulheres nas administrações municipais e igualdade de gênero , mudanças climáticas e crescimento verde com qualidade de vida , com a participação de representantes da América Latina,Caribe  e também de diversos países europeus, entre eles França e Suécia.
Fotos: Flávio Pessoa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline