CIDADE: Conheça o pacote de medidas apresentado para melhorar o trânsito matinal no eixo São Francisco-Centro

CIDADE – Um pacote de medidas que tem como objetivo melhorar, em um curto prazo, a fluidez do trânsito matinal no eixo São Francisco-Centro foi apresentado nessa quarta-feira (24) pela Prefeitura. O planejamento das ações foi definido após reuniões com representantes da Secretaria Municipal de Urbanismo, NitTrans e EcoPonte.

O Prefeito Rodrigo Neves enfatizou que o grande desafio continua sendo o ajuste no rush da manhã, quando há retenções na Ponte Rio-Niterói. Foram realizadas reuniões com a diretoria operacional da Ponte para ajustes dos ônibus que não estavam autorizados a embarcar e desembarcar passageiros no ponto da Ilha do Mocanguê. Além disso, mais 15 agentes de trânsito atuarão, sobretudo na parte da manhã, reforçando a operação de trânsito em São Francisco e Charitas.

IMG_20170525_091127824_BURS

Outra medida que deverá começar a valer a partir de sábado é a mudança de itinerário da linha 52 (Baldeador-Itaipu), que terá seu trajeto alterado e agora passará pelas Avenidas Rui Barbosa (sentido São Francisco/Charitas) e Quintino Bocaiúva (sentido Charitas), seguindo para Itaipu pelo túnel Charitas-Cafubá.

O Prefeito ressaltou, ainda, que com a abertura da garagem subterrânea de Charitas serão possíveis mudanças no estacionamento no lado direito das pistas da Quintino Bocaiuva e Prefeito Silvio Picanço, que também irão contribuir para reduzir as retenções nestes trechos e também lembrou que a conclusão da instalação dos sinais inteligentes no trecho de Charitas até o fim da Avenida Marquês do Paraná, no acesso à Ponte, dentro de 15 dias, irá contribuir ainda mais para a performance do túnel.

IMG_20170525_090423790

A Prefeitura também afirmou em nota que vem reivindicando, junto ao Governo do Estado, a redução da tarifa do catamarã de Charitas que hoje tem cerca de oito mil passageiros por dia. Com a redução estima-se chegar a 25 mil passageiros por dia. A medida visa beneficiar os passageiros que usarem o transporte público coletivo com a implantação da TransOceânica, que será concluída no primeiro trimestre de 2018.

Por: Redação Jornal Cidade de Niterói

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *