GERAL: Um dia de fantasia na Associação Fluminense de Reabilitação

GERAL – Uma iniciativa voluntária transformou o dia de atendimento na Associação Fluminense de Reabilitação (AFR) de Niterói, nesta quinta-feira, 11. Através do Projeto Sempre Criança, ação sem fins lucrativos, que desenvolve atividades para promover o bem-estar de crianças de comunidades carentes e instituições da cidade, o bloco carnavalesco infantil Querubim doou várias fantasias para os pacientes da AFR, promovendo uma verdadeira folia fora de época durante o tratamento.

Doação de fantasias AFR (4)

A ação contemplou mais de 60 crianças que estão em tratamento no setor de fisioterapia da AFR. Segundo a assistente social e chefe da equipe que faz atendimento às crianças com comprometimento neurológico, Lucia Machado, as fantasias recebidas atenderão um total de 150 crianças.

“Recebemos diversas fantasias e também acessórios. Parte desse material foi entregue às crianças que estavam em atendimento no dia, outra parte será distribuída entre os demais pacientes. Foi uma grande folia, as crianças puderam fazer o tratamento fantasiadas e adoraram. Os risos foram contagiantes. Iniciativas como a do bloco trazem alegria e deixam o dia dessas crianças mais leve e o atendimento mais divertido”, diz Lucia.

Responsável pela iniciativa, o presidente do bloco Querubim, Márcio Pinto de Castro, conta que as doações são parte da proposta do grupo, e que já são feitas há cinco anos. De acordo com ele, no sábado antes do carnaval é realizado o evento para angariar as fantasias a serem distribuídas para crianças em hospitais, clínicas e instituições e, nesse ano, juntamente com o Projeto Sempre Criança, foi escolhida a AFR. Para Márcio esse trabalho solidário é uma forma de promover alegria para crianças que precisam de acompanhamento médico, podendo compartilhar um pouco da sua experiência pessoal como pai.

“Nosso bloco já existe há quatro anos e são realizadas duas ações anuais, a doação das fantasias arrecadadas no carnaval e, no Noelzinho Solidário, de brinquedos. Sempre escolhemos uma instituição e dessa vez pudemos colaborar e também conhecer um pouco mais do excelente trabalho realizado pela AFR, estar em contato com os profissionais e brincar com as crianças, foi muito gratificante. Com certeza seremos voluntários em outras atividades da entidade”, ressaltou Márcio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline