POLÍTICA: Pezão volta atrás e cancela nomeação de secretária condenada por improbidade administrativa

anuncienew2

O Governador do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão(PMDB) voltou atrás e cancelou hoje a nomeação de Solange Pereira de Almeida, como secretária Estadual de Proteção e Apoio à Mulher e ao Idoso. Pezão tomou a medida após ser comunicado pelo Ministério Público Federal(MPF), que Solange foi condenada em segunda instância por ato de improbidade administrativa.

Ex-deputada federal e ex-prefeita de Rio Bonito(RJ), Solange foi denunciada pelo Ministério Público Federal(MPF), que também apresentou denuncia contra Eduardo Cunha. Cunha foi denunciado sob a acusação de receber US$ 5 milhões para viabilizar a contratação de dois navios-sonda para a Petrobras, cuja fornecedora era a Samsung Heavy Industries Co. A empresa, segundo o MPF, parou de pagar comissões ao operador Júlio Camargo ao fim do contrato e, então, Solange Almeida fez requerimentos na Câmara Federal pedindo investigações sobre Camargo e a Samsung.

A Procuradoria Geral da República (PGR) diz que o texto assinado por ela tinha autoria “material e intelectual” de Cunha e foi feito para fazer pressão por novos pagamentos de propina.

A denúncia contra Solange e Eduardo Cunha foi realizada pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot, em agosto de 2015. Em março de 2016, o STF decidiu torná-los réus. Atualmente, o caso está no Tribunal Regional Federal da 2ª Região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline