SAÚDE: Niterói intensifica combate à dengue, zika e chikungunya

anuncie

anuncie

SAÚDE – A Prefeitura de Niterói começa o ano intensificando o combate ao Aedes aegypti. A Secretaria Municipal de Saúde está promovendo mutirões nos finais de semana para evitar a proliferação do mosquito trasnsmissor da dengue, zika e chikungunya. No último sábado, a ação aconteceu na comunidade do Viradouro, em Santa Rosa. No próximo dia 14, será a vez do Morro do Bumba, no Viçoso Jardim, receber a visita de profissionais de diferentes áreas da administração municipal. No dia 21, a Comunidade Boa Vista e, encerrando o mês, o bairro Vital Brazil (dia 28). 

20170110105536_img_8593

De acordo com o chefe do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), Francisco de Farias Neto, as ações de fim de semana complementam o trabalho já realizado diariamente pelos agentes em toda a cidade. “Em Niterói, um levantamento do Ministério da Saúde aponta que o criadouro mais frequente é a caixa d’água de residências. A população tem um papel fundamental no combate ao mosquito”, alerta Farias Neto, lembrando que na terça-feira, dia 10, os profissionais da Saúde fizeram uma ação especial no Engenho do Mato. 

 
Os mutirões, desde o início do verão, já aconteceram nas comunidades do Viradouro, Morro União, em Santa Rosa, Martins Torres, Vital Brazil e São Lourenço. As ações reúnem cerca de 30 agentes de endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que visitam as casas e orientam os moradores. Além do combate, a equipe distribui folhetos educativos à população. 
 
A ação prevê o uso de larvicidas para eliminação de possíveis focos do mosquito. Além da vistoria aos imóveis, a operação conta com a distribuição de materiais educativos contendo informações sobre as doenças, sintomas e medidas para evitar os focos dentro de casa. Os moradores podem ainda se informar e tirar dúvidas com a equipe. 
 
O Departamento de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses (Devic) promove um trabalho intenso de rotina de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti. Agentes intersetoriais vistoriam imóveis em todas as regiões do município, combatendo possíveis focos do mosquito e orientando a população. Profissionais do Programa Médico de Família também atuam em parceria com o Devic na prevenção e combate aos focos do mosquito, nas suas áreas de cobertura. Niterói também possui Comitês Regionais de Combate à Dengue, organizados pelas Policlínicas Regionais, com ações elaboradas de acordo com as características de cada comunidade.
20170107092536_img_6439

“Além disso, é importante destacar que a população tem um papel fundamental no combate ao mosquito já que, em Niterói, o criadouro mais frequente é a caixa d’água de residências, segundo o levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) do Ministério da Saúde”, explicou a secretária de Saúde, Maria Célia Vasconcellos. 
FOTOS: Luciana Carneiro
anuncie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *