CURIOSIDADES: Milhas, quando vale a pena usar?

anuncie

anuncie

CURIOSIDADES – Se você participa do programa de fidelidade de uma companhia aérea ou do seu cartão de crédito, pode acumular pontos e convertê-los em milhas que podem ser trocadas por passagens de avião nacionais e internacionais. Nem sempre é fácil, mas de ponto em ponto é possível chegar lá e fazer a viagem pagando apenas a taxa de embarque.
Tão importante quanto acumular milhas é usá-las da maneira mais favorável para o seu bolso. Em geral, costuma ser mais vantajoso fazer a troca com uma boa antecedência. Para as férias de janeiro, por exemplo, pode não valer mais a pena, porque as passagens estão mais caras. Mas, se você planeja viajar no Carnaval ou nas férias de julho, é hora de conferir seu saldo de pontos e ir atrás de passagens.
Confira as dicas para aproveitar ao máximo esse recurso.
# Na hora de trocar: Nos programas de fidelidade de cartão de crédito, nem sempre 1 ponto acumulado equivale a 1 milha aérea. Confira, antes, as regras para saber se há algum desconto na hora de fazer a troca. Observe, também, os limites mínimos e máximos de pontos a serem trocados e o prazo em que eles serão creditados na companhia aérea escolhida.
# Quando vale a pena usar: Quanto mais próxima a viagem, mais milhas serão necessárias para comprar as passagens. Por isso, antecipe a troca. Na maioria das companhias aéreas, você pode comprar os tickets até um ano antes de viajar. Fique de olho também nas promoções dos programas de fidelidade, que costumam oferecer bônus extras em determinados períodos.
# Como fazer a troca: Os sites dos programas de fidelidade simplificam, cada vez mais, a emissão de passagens com milhas. Na maioria deles, basta acessar o catálogo de recompensas, selecionar “viagem” ou “passagem aérea” e digitar as datas de ida e de volta. O próprio site mostra as opções disponíveis e a quantidade de milhas necessárias para cada trecho. Basta inserir sua senha e pronto. Ao finalizar a compra, você é direcionado para o site da companhia aérea para fazer seu cadastro e emitir o bilhete.
# De olho no vencimento: Como acumular pontos pode ser demorado, muitas vezes, as pessoas esquecem que eles existem e acabam perdendo o prazo para usá-los. De acordo com dados do Banco Central divulgados em 2015, mais de 50 bilhões de milhas de cartões de crédito expiraram no ano anterior, sem que tenham sido utilizadas. Na maioria dos programas de fidelidade, as milhas vencidas podem ser reativadas mediante o pagamento de uma taxa, mas nem sempre vale a pena usar esse recurso. Muitas vezes, taxa é maior que o valor de uma passagem promocional, por exemplo.
# Posso comprar milhas?: A maioria dos programas de fidelidade oferece a opção de compra das milhas necessárias para completar a passagem. Mas há dois problemas: o custo, em geral, é alto, e há o risco de você comprar as milhas e, na hora de fazer a troca, a passagem não estar mais disponível.
# Posso vender minhas milhas? A maioria das companhias aéreas não permite a venda das milhas, mas há um mercado paralelo, com empresas que compram as milhas para emitir passagens para outros passageiros. Na prática, o dono das milhas emite as passagens aéreas em nome de outras pessoas e recebe um valor por isso. Mas é preciso ficar atento às fraudes, que são muito comuns em todo mercado não regulamentado.

FONTE: serasaconsumidor.com.br

anuncie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline