CIDADE: Nota de esclarecimento da Prefeitura sobre o mergulhão da Av. Marquês do Paraná

anuncie

anuncie

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA PREFEITURA DE NITERÓI

A respeito de informações divulgadas em redes sociais e na imprensa acerca de possíveis riscos à estrutura do Mergulhão Ângela Fernandes, na Avenida Marques do Paraná, a Prefeitura de Niterói esclarece:

1 – Laudo pericial/judicial de 2015 descarta qualquer risco estrutural no Mergulhão.

2 – Citada pela imprensa, a companhia Águas de Niterói já veio a público para afirmar que, em nenhum momento, foi procurada por jornalistas para dar qualquer tipo de informação ou esclarecimentos sobre o Mergulhão à reportagem.

3 – O suposto laudo divulgado na semana passada foi elaborado por uma empresa, a Escopo Engenharia, que foi declarada inidônea em 2012 pela Prefeitura por causa da má qualidade de serviços prestados no início do projeto básico do mergulhão. Por isso, a Escopo foi impedida de continuar a obra do Mergulhão e permanece proibida de prestar quaisquer serviços de engenharia para o Município.

4 – No início das obras, a Escopo foi responsável apenas pela cravação das estacas no local. O serviço teve de ser refeito, após o início da nova gestão, por outra empresa contratada pela Prefeitura para concluir a intervenção. Foi elaborado o projeto executivo da obra e executado todo o reforço estrutural do Mergulhão para assegurar que não houvesse riscos à população.

5 – O documento divulgado à imprensa na semana passada é assinado por um dos proprietários da Escopo Engenharia, sr. Silvio Couri, que está em litígio com a prefeitura desde a administração anterior. A empresa cobra da Prefeitura R$ 5 milhões a título de ressarcimento causado pela suspensão da obra em 2012, durante a gestão anterior.  A área técnica da Prefeitura, no entanto, contesta as alegações da empresa e garante que o valor máximo a ser ressarcido não ultrapassa a quantia de R$ 150 mil.

6 – A Prefeitura de Niterói reafirma que não há nenhum risco estrutural no Mergulhão, uma obra fundamental para melhorar a mobilidade na cidade.

anuncie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *