SAÚDE: Semana de Conscientização para Doação de Medula Óssea agita Campo de São Bento e Horto

anuncie

anuncie

SAÚDE – Apresentações de grupos de zumba, capoeira, hip hop, street dance com crianças especiais e do coral do Projeto More vão agitar o fim de semana dos niteroienses no Horto do Fonseca e no Campo de São Bento, em Icaraí. As atividades culturais têm um objetivo em comum: alertar para a doação de medula óssea e cordão umbilical. A Semana Municipal de Mobilização e Conscientização quer destacar a importância do registro como doador e explicar como funciona a doação de medula óssea e do sangue do cordão umbilical.

“Estamos apoiando e participando ativamente dos eventos da Semana de Conscientização de doação de Medula Óssea. É muito importante mobilizar e informar a população sobre esse tema de extrema importância, principalmente para que o número de doadores cresça, aumentando as chances de salvar vidas”, destaca a secretária municipal de Saúde, Maria Célia Vasconcellos.

O evento acontece das 8h às 17h do sábado, no Horto do Fonseca, na Zona Norte de Niterói. A programação conta com distribuição de material informativo, equipes de enfermagem aferindo pressão e fazendo teste de glicose e apresentação de grupos de teatro e música dos professores Luciano Motta e Denise Cid.

Já no domingo, é a vez do Campo de São Bento, na Zona Sul. Além da  distribuição de material informativo, testes de pressão e glicose e apresentação de grupos de teatro e música, o Coral do Projeto More, que se encantou o público nas cerimônias de abertura e encerramento das Olimpíadas, fará uma apresentação. O evento termina com um abraço simbólico ao redor do coreto.

A Semana Municipal de Mobilização e Conscientização para Doação de Medula Óssea é uma parceria da Prefeitura de Niterói com a Fundação Davida e começou na segunda-feira. Além da distribuição de material informativo, equipes de enfermagem aferiram gratuitamente a pressão e realizaram teste de glicose no público e grupos de teatro e música se apresentaram. Também foi lançada a 1ª Cartilha de Conscientização de Doação de Medula Óssea e trabalhos de mobilização e conscientização com alunos de faculdades da cidade.

Doação – A doação de medula óssea e cordão umbilical pode beneficiar o tratamento de cerca de 80 doenças em diferentes estágios e faixas etárias, como leucemias agudas e crônicas, linfomas de Hodgkin, anemia falciforme e imunodeficiências congênitas.  A probabilidade de compatibilidade entre o doador e o doente é muito difícil quando não se encontram doadores na mesma família, a chance de achar alguém compatível é de uma para cada 100 mil pessoas, por isso a necessidade de expandir o cadastro de doadores.

Para ser um doador, é necessário ter entre 18 e 54 anos e estar saudável. Após uma entrevista e coleta de uma amostra (5 a 10ml) de sangue para a tipagem de HLA (características genéticas importantes para a seleção de um doador), os dados são inseridos no Redome e, sempre que surgir um novo paciente, a compatibilidade será verificada. Uma vez confirmada, o doador será consultado para decidir quanto à doação.

O procedimento de doação pode ser feito com coleta de material pela veia, em que o procedimento dura poucas horas e, quando termina, o doador é liberado. Outra forma é em um ambiente cirúrgico, realizado com anestesia geral ou peridural. Neste caso, exige-se internação de, no mínimo, 24 horas.

Já o sangue do cordão umbilical do recém-nascido é rico em células-tronco, que são capazes de se diferenciar nos diversos tipos de células do sangue. Por isso, o sangue nele contido pode ser doado, e deve ser armazenado em baixíssimas temperaturas, com o objetivo de utilizá-lo em tratamentos e transplantes.

Serviço

Semana Municipal de Mobilização e Conscientização para Doação de Medula Óssea e Cordão Umbilical de Niterói

27 de agosto – sábado

Campanha de conscientização no Horto do Barreto, das 7h às 17h, com distribuição de material informativo, equipes de enfermagem aferindo pressão e fazendo teste de glicose e apresentação de grupos de teatro e música dos professores Luciano Motta e Denise Cid.

– 9h30 = Zumba

– 11h30 = Capoeira

– 14h = Arte de Dançar (3ª idade)

– 16h = Dança da Medula

28 de agosto – domingo

Campanha de conscientização no Campo de São Bento, das 7h às 14h, com distribuição de material informativo, equipes de enfermagem aferindo pressão e fazendo teste de glicose e apresentação de grupos de teatro e música. Apresentação do Coral do Projeto More, que se apresentou na abertura das Olimpíadas. O evento termina com um abraço simbólico ao redor do coreto.

anuncie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *