CIDADE: Justiça determina reforço na segurança de Niterói

anuncie

anuncie

CIDADE – A Justiça acolheu o pedido da Prefeitura de Niterói e determinou que a Secretaria de Estado de Segurança apresente, em 24 horas, um plano com medidas emergenciais para reforçar a segurança na cidade durante e após a realização das Olimpíadas. Os 140 policiais militares e dez viaturas do 12º Batalhão de Polícia Militar que foram deslocados para a capital também devem retornar ao município. O objetivo é garantir a segurança dos mais de 500 mil moradores e dos cerca de 150 mil turistas esperados na cidade.

“Cobramos um plano de ação para este período olímpico e após a realização dos Jogos. A Justiça acolheu a demanda, apoiada pelo Ministério Público Estadual, e determinou a apresentação de um plano específico de segurança nas próximas 24 horas. Na ação, a Procuradoria Geral do Município questiona a retirada de efetivo da PM de Niterói e da região. Ao longo últimos meses protocolamos várias solicitações à Secretaria de Segurança, além de cooperarmos, mas sem respostas objetivas”, explica o prefeito Rodrigo Neves.

A juíza Leticia de Oliveira Peçanha, da 2ª vara cível de Niterói, concordou com o pedido da Prefeitura no mesmo dia da entrada, na última quinta-feira (4), véspera de abertura dos Jogos Olímpicos, dada a urgência do caso e do esquema de plantão da Justiça.

Na ação civil, a Procuradoria do Município destaca que Niterói tem tradição turística, é a única cidade do Estado, além do Rio de Janeiro, que está hospedando delegações olímpicas de grande porte, especialmente os atletas da vela, e que a cidade do Rio já recebeu o reforço das Forças de Segurança da União, em um efetivo estimado em 80 mil homens.

anuncie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline