CIDADE: Niterói ganha sede da Procuradoria da República

CIDADE – O prefeito Rodrigo Neves participou, na manhã de ontem (17/6), da inauguração da sede da Procuradoria da República no Município de Niterói, em Icaraí, na Zona Sul da cidade. A cerimônia contou com a presença do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, do governador em exercício do estado do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, do procurador-chefe da Procuradoria da República no Estado do Rio, José Gomes Schettino, do procurador-geral de Justiça do estado, Marfan Vieira, e do procurador e coordenador da Procuradoria em Niterói, Wanderley Dantas.
IMG_7276
“Acompanhei de perto esse esforço dos procuradores junto ao Congresso e junto à direção geral da instituição para a construção desta nova sede. Tenho certeza que essa estrutura hoje está compatível com a projeção e com a missão do Ministério Público Federal. Nós assumimos a Prefeitura num momento difícil, com dívidas, obras paradas, mas aproveitamos a crise como oportunidade de mudança no paradigma da gestão pública. A parceria com o MPF foi muito importante, especialmente no programa de transparência. Hoje, temos orgulho de conquistarmos, por dois anos consecutivos, nota dez no ranking da transparência elaborado pelo Ministério Público”, destacou o prefeito.

O procurador-geral Rodrigo Janot destacou que a nova sede mostra que o Estado se faz presente na cidade.

“O Ministério Público é um órgão constitucional autônomo, responsável pela defesa da cidadania e da democracia e o combate ao crime organizado e à corrupção. Esta nova sede também permite que a população veja de perto a atuação do MP e sinta que pode acioná-lo na esfera de suas atividades constitucionais. Essa unidade não está sendo entregue apenas para aos membros do MPF, mas para população de Niterói”, apontou Janot.

Em sua fala, o procurador-chefe da Procuradoria da República no Estado, José Schettino, fez uma pequena retrospectiva da história do MPF na cidade e agradeceu ao procurador-geral da República, aos membros do MPF, servidores e todos que contribuíram para tornar o edifício da Procuradoria uma realidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *