POLÍTICA: Renan elogia decisão de Temer de suspender nomeações para estatais

POLÍTICA – O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), elogiou hoje (6) a decisão do presidente da República interino, Michel Temer, de suspender as nomeações para as diretorias e presidências das empresas estatais e dos fundos de pensão até que a Câmara vote o Projeto de Lei Complementar (PLP) 268/16.

Em nota, Renan considerou a decisão “oportuna” e disse que a medida “repõe os critérios técnicos para preenchimento de cargos estratégicos no país”.

Em pronunciamento no Palácio do Planalto, Temer disse esperar que a Câmara vote esta semana o projeto que prevê indicação apenas de pessoas  “com alta qualificação técnica” para os cargos de diretores e presidentes das estatais e dos fundos de pensão. Temer disse que mandou paralisar toda e qualquer nomeação ou designação para diretoria ou presidência de estatal ou fundo de pensão enquanto a proposta não for votada pelos deputados.

O PLP 268/16 altera a Lei Complementar 108, de 29 de maio de 2001 – chamada de Lei dos Fundos de Pensão –  para aprimorar os dispositivos de governança das entidades fechadas de previdência complementar vinculadas à União, aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios e a suas autarquias, fundações, sociedades de economia mista e outras entidades públicas.

A proposta foi retirada da pauta de votação na semana passada, mas poderá voltar à lista e ser aprovado esta semana. O texto já passou pelo Senado e, se não for alterado na votação dos deputados, será encaminhado diretamente à sanção presidencial.

Em nota à imprensa, Renan disse que os projetos citados pelo “presidente Michel Temer constam da agenda emergencial elaborada com a colaboração de todos os líderes partidários”. Renan disse ainda que o Senado vai votar amanhã a modernização da lei de gestão financeira e que na quarta-feira (8) irá receber representantes dos governadores para começar a discussão sobre a ampliação do Supersimples.

Reportagem: Iolando Lourenço

Edição: Luana Lourenço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline