CIDADE: Túnel da TransOceânica, detonação em Charitas ocorreu a céu aberto hoje

BEA_1328CIDADE – Com mais de 600 funcionários trabalhando em seus diversos canteiros, a obra da TransOceânica não para. Na tarde de hoje (25/05), foram detonados mais 140kg de explosivos, do lado Charitas do túnel de ligação entre a Zona Sul e a Região Oceânica de Niterói. Toda a operação foi acompanhada por equipes da prefeitura, sob a supervisão do secretário de Obras, Vicente Temperini e o subsecretário da Defesa Civil, major Walace Medeiros. 

Desde 7 de julho do ano passado, quando teve início a perfuração no Cafubá – a escavação em Charitas começou em 19 de novembro –  até agora, foram usados 550 mil quilos de explosivos e retirados 352.280 metros cúbicos de rocha e terra (cerca de 21 mil caminhões). Esta semana, o túnel atingiu a marca de  2 mil metros escavados (somando as duas galerias).  Com isso, mantém-se a previsão de que o trabalho de perfuração esteja concluído até fim de junho e que, em dezembro, carros já possam atravessar o Charitas-Cafubá de ponta a ponta.  
 
Atualmente, as detonações ocorrem diariamente,  duas vezes ao dia do lado de Charitas, três vezes do lado do Cafubá, sem necessidade de desocupação dos imóveis.Em caso de  detonações a céu aberto, elas serão avisadas previamente aos moradores.   
 
Obra mais importante dos últimos 40 anos em Niterói, a TransOceânica terá 9,3 quilômetros de extensão e beneficiará cerca de 80 mil pessoas por dia. Na primeira detonação do túnel pelo lado de Charitas, o prefeito anunciou que as galerias do túnel terão os nomes do historiador e jornalista Luís Antônio Pimentel, que morreu ano passado, e do ex-prefeito João Sampaio, falecido em 2011.
Fotos: Bruno Eduardo Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *