Saúde Mental: Entenda como ela impacta a fertilidade - Niterói
Saúde

Saúde Mental: Entenda como ela impacta a fertilidade

Quando um casal, após várias tentativas, não consegue engravidar, surge um medo que assusta e cria especulações sobre o estado de saúde de ambos. A mulher, geralmente, tem a tendência de trazer para si a culpa pela dificuldade de obter a gestação, o que pode dificultar ainda mais o processo da fertilização.

A infertilidade pode estar ligada a diversos fatores. Entre eles, o estresse e a ansiedade, principalmente quando são uma constante na vida do casal.

Estudos mostram a influência de fatores emocionais e psicológicos no funcionamento do organismo, não só no momento da gravidez, mas também por experiências vividas na infância, que continuam refletindo na vida adulta, podendo impactar a fertilidade feminina.

Cristiane Coelho, ginecologista de Niterói, com quase 20 anos de experiência na área, especialista no tratamento de pessoas com dificuldades para engravidar, relata: “O estresse atua como fator desfavorável no nosso corpo, alterando as condições para o embrião se consolidar e prosperar.”

Considerando o impacto que os fatores emocionais causam neste processo, um tratamento adequado se faz necessário, com o devido acompanhamento médico, aumentando assim, consideravelmente, as chances de bom prognóstico da gestação.

Foto: Divulgação

To Top