Prefeitura de Niterói vai intensificar fiscalização para evitar lotação nos ônibus - Niterói
Cidade

Prefeitura de Niterói vai intensificar fiscalização para evitar lotação nos ônibus

A Prefeitura de Niterói anunciou que vai intensificar a atuação para que empresas de ônibus mantenham a frota circulando durante o período que estabelece medidas mais restritivas na cidade para evitar superlotação nos transportes públicos. Em vídeo ao vivo nas redes sociais da Prefeitura, nesta sexta-feira (26), o prefeito Axel Grael afirmou que irá atuar e intervir sempre que for necessário para oferecer o melhor e mais seguro serviço à população. De acordo com o prefeito, um dos objetivos com as restrições estabelecidas para o período de dez dias, que começou ontem (26) e segue até 4 de abril, é reduzir o fluxo de passageiros nos transportes públicos.

“Hoje foi o primeiro dia de restrições maiores de circulação e, como pôde ser verificado em outras ocasiões, existe um período de adaptação nas primeiras horas. Verificamos de manhã cedo um número maior de pessoas nas ruas, o que nos preocupou muito, e isso ocasionou um reflexo nos transportes”, disse o prefeito.

Durante o vídeo, o secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier, esclareceu que durante a manhã desta sexta-feira a Prefeitura atuou para normalizar a operação e reduzir a lotação nos transportes.

“A operação de transportes da cidade ocorria com tranquilidade no início da manhã, com frota normal para o horário. Em função da significativa redução de circulação da frota de ônibus intermunicipais, a partir das 6h50 foi observada uma concentração atípica de demanda para o horário na chegada ao Terminal João Goulart. Essa concentração fez com que os ônibus municipais saíssem já com sua capacidade máxima esgotada, o que acabou prejudicando passageiros que aguardavam nos pontos comuns da cidade”, explicou.

De acordo com o secretário, uma vez constatadas as repercussões dessa concentração de demanda, às 7h30 foi determinado um reforço de frota, com incremento de 20% como forma de compensar a redução de circulação dos ônibus intermunicipais. Às 9 horas, a movimentação já se encontrava normalizada. Neste momento segundo informou, os ônibus operam com menos de 50% de sua capacidade sentada. “Vamos continuar monitorando nos próximos dias”, afirmou o secretário.

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top