Demolições na Rua Doutor Paulo Alves

Dois imóveis terão demolição total e quatro, parcial

A Prefeitura de Niterói iniciou as demolições em seis imóveis entre as ruas Tiradentes e Casimiro de Abreu, no Ingá, Zona Sul da cidade. O objetivo é permitir o alargamento da Rua Doutor Paulo Alves. Quando concluída, a obra promete melhorar o trânsito no eixo viário que liga a Região Oceânica e a Zona Sul pela Praia de Icaraí em direção ao Centro. O investimento na obra é de R$ 4,4 milhões, com previsão de conclusão até o final do ano.

Dos seis imóveis, dois terão demolição total e outros quatro terão demolição parcial, com recuo dos muros para abrir espaço suficiente para o alargamento daquele trecho da via.  O trabalho de demolição começou pelos dois imóveis que terão demolição total, na esquina das ruas Casemiro de Abreu e Justina Bulhões.

A Secretaria Municipal de Urbanismo e Mobilidade informou que o alargamento da Rua Doutor Paulo Alves é um dos projetos previstos no Plano Municipal de Mobilidade. “Com o alargamento da Rua Doutor Paulo Alves, o gargalo que se forma naquele trecho será resolvido, melhorando a mobilidade do trânsito da orla em direção ao Centro. O projeto também prevê calçadas novas, novo paisagismo e iluminação de LED, nos mesmos padrões do que foi feito no alargamento da Avenida Marquês do Paraná”, diz o secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier.

Fotos: Douglas Macedo

Com as intervenções, a Rua Doutor Paulo Alves passará de três para quatro faixas de rolamento para os veículos, no trecho entre as ruas Presidente Pedreira e Casemiro de Abreu, sendo a quarta faixa exclusiva para ônibus. A obra ainda prevê a requalificação de todos os passeios, paisagismo, tornando subterrânea a fiação de energia elétrica e telefonia.

As obras seguem nos mesmos moldes do alargamento da Avenida Marquês do Paraná, no Centro, que foi concluída este ano. O secretário explica que o plano de mobilidade fez um diagnóstico dos principais gargalos de mobilidade e as obras estão acontecendo de acordo com o grau de intensidade de cada um desses pontos.

“Com esses estudos e levantamentos, verificamos que os dois maiores gargalos da cidade eram o da Avenida Marquês do Paraná, que já teve as obras concluídas, e o da Rua Doutor Paulo Alves, que recebe o fluxo de quem opta pela orla de Icaraí para chegar ao Centro”, reforça. “Todas as intervenções estão sendo realizadas de forma planejada e organizada para ter o menor impacto e interferência possível no trânsito. Até o momento, todo o trabalho está sendo realizado com interdições em trechos parciais”, diz o secretário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *