Comércio eletrônico cresce durante a pandemia – Julio Castro

Independente da sua opinião sobre a pandemia, se existe uma guerra política por trás do vírus, se existe corrupção por trás do dinheiro público destinado a saúde, se o vírus é chinês ou não, isso tudo não muda o fato de que essa pandemia fez mudar muita coisa no nosso cotidiano e uma delas é a maneira de comprar!

O faturamento do comércio eletrônico brasileiro no segundo trimestre de 2020 mais que dobrou em relação ao ano passado, tudo por conta da necessidade de consumo virtual após as medidas de isolamento social. Os números são da empresa de inteligência de mercado Neotrust/Compre&Confie, reproduzidos pela Exame.

Segundo levantamento da empresa, no segundo trimestre de 2020 o faturamento do e-commerce no Brasil aumentou 104% em relação ao mesmo período de 2019. Foram R$ 33 bilhões este ano, contra R$ 16 bilhões no ano passado.

A Receita informou que em 2020, o comércio eletrônico teve vendas crescentes em quantidade e em volume, com tendência de elevação intensificada a partir de março. Em relação ao mesmo mês de 2019, a média diária de vendas apuradas com a NFe em 2020 cresceu 20,6% em março, 17,5% em abril, 37,4% em maio e 73,0% em junho.

Centenas de lojas fecharam as portas e encerraram as atividades em Niterói desde o início do decreto municipal que determinava o fechamento do setor. As lojas físicas foram nitidamente prejudicadas com a pandemia e as que não conseguiram se adequar a nova realidade não sobreviveram. Em contra partida muitas empresas se adequaram a nova realidade e focaram no delivery. O que percebo é que o mercado virtual sem dúvidas além de ser uma possibilidade no momento de restrição, vem sendo uma opção muito viável para quem deseja empreender nesse momento.

O instagram @cidadedeniteroi é prova dessa nova realidade. Desde o início das medidas de restrição na cidade tive a ideia de oferecer anúncio gratuito nos stories do nosso perfil para ajudar o empreendedor local a ter visibilidade e credibilidade junto ao consumidor. Os relatos dos empresários que aderiram a nossa promoção tem sido bastante positivos, criamos realmente uma rede de divulgação bem forte na nossa página que tem convertido visualizações em vendas!

Dados do índice MCC-ENET – desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) – apontam que 18,2% de consumidores realizaram ao menos uma compra online entre o trimestre de abril a junho, o que representa alta de 5,9% em relação ao trimestre anterior (12,3%); além disso, foi registrado um novo recorde no índice de participação do e-commerce no varejo restrito no mês de maio: 12,6%.

Os dados estão ai, a realidade já se apresentou, e o mercado virtual se coloca como o paraíso dos empreendedores! Tenho realmente muito otimismo e acredito que venceremos esse momento através do empreendedorismo e bastante vontade de fazer! Vamos com tudo!!!

Por Julio Cesar de Castro

Julio Cesar de Castro é empresário, jornalista, formado em marketing, niteroiense e fundador do Portal Cidade de Niterói. Nascido em Santa Rosa no Hospital Santa Martha, cresceu no bairro do Ingá, estudou no Colégio Marília Mattoso e no Colégio Plínio Leite. Desde cedo começou a empreender e trabalhar por conta própria. Aos 15 anos conquistou seu primeiro cliente no ramo de comunicação. Sua paixão pela comunicação vem desde muito novo, sempre observando a deficiência da cidade nessa área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *