Rodrigo Neves: habeas corpus será examinado após o recesso

O presidente do STF, Dias Toffoli, negou nesta sexta-feira (28), o pedido de liminar impetrado pela defesa de Rodrigo Neves pedindo urgência na apreciação de habeas corpus.

Toffoli entendeu que o caso não se enquadra em medida de urgência para ser analisado no período de recesso e o encaminhou ao ministro Luís Roberto Barroso.

O pedido só deverá ser examinado em fevereiro, após o recesso.

O ministro Rogerio Schietti, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a alguns dias, já havia indeferido um pedido de habeas corpus para Rodrigo Neves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *