Megaoperação das Forças Armadas e polícia em Niterói

As Forças Armadas e policiais civis e militares fazem desde a madrugada de hoje (16) uma operação em comunidades de Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro. O objetivo é cumprir 26 mandados de prisão preventiva, dois de apreensão de adolescentes e 34 de busca e apreensão.

O Exército e Marinha estão atuando com um efetivo de 2,6 mil homens, responsáveis pelo cerco de pontos estratégicos. Algumas ruas estão interditadas e os espaços aéreos controlados, com restrições para aviões civis, mas sem interferência nas operações dos aeroportos Santos Dumont e Internacional do Galeão.

Dois helicópteros, uma da Marinha e outro do Exército, e 33 blindados dão apoio às ações, além de 120 viaturas de transportes. Toda a operação está sendo coordenada pelo Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova, no Rio.

No início da manhã, moradores relataram tiroteio nas comunidades Ititioca, Atalaia, Preventório, Igrejinha, Caramujo e Grota, onde os militares estão atuando.

Militar foi ferido

O militar ferido participava de uma ação na comunidade do Caramujo, quando se envolveu num tiroteio e acabou atingido na mão.

De acordo com a assessoria de imprensa do Exército, o ferimento não é grave. Mesmo assim, a vítima foi encaminhada para o hospital para ser avaliada.

IMG-20170816-WA0001

IMG-20170816-WA0002

IMG-20170816-WA0004

Fotos: WhatsApp

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *